G-EXD8E5RRDM
 
  • Editor

Quando o melhor é o mais barato

Atualizado: 16 de fev.


Além de custo (consulte em nosso portal), a linha WirePath conta com a chancela da SnapOne, maior empresa do mundo nesse seguimento e dona de marcas como Control4, o que nos dá a certeza que todas as certificações apresentadas são verdadeiras - “la garantia no soy Yo”, é dá Snap!


100% Cobre Puro OFC - o que quer dizer isso? Primeiro, é importante explicar qual a diferença de um cabo 100% Cobre. Existem materiais constituídos de ligas ou de fontes de cobre de baixa qualidade, sendo isso um problema na hora de determinar a quantidade de sinal trafegável no cabo. Já o cobre OFC significa, em tradução direta, cobre livre de oxigênio - é um processo de aquecimento que retira as partes indesejáveis desse gás que promove o desgaste prematuro e atrapalha um pouco a condutibilidade. O Cobre é o segundo metal mais condutor que existe. É melhor condutor que o ouro (poucos sabem) e só perde para a prata.


Só que fazer cabos de prata é, digamos, um “pouco” inviável no custo, ao menos para a grande maioria das instalações. Assim fica fácil concluir que o cobre é a melhor escolha para cabeamento (gráfico abaixo). Lembrando que cobre também tem problemas com oxidação por contato direto com o ar, por isso, fabricar os filamentos de cobre sem ar e protege-los com uma capa de plástico não é tão simples quanto parece e demanda máquinas bastante específicas. Não existem marcas desse tipo no Brasil, isto é, marcas nacionais que fabricam aqui não há como dizer que são 100% livre de oxigênio e de cobre puro.


Vale lembrar também que existem outros tipos de cabos de cobre, como misturas de outras ligas ou de cobre reciclado, podem ser de fina camada de cobre sobre núcleo de alumínio (CCA ou CCAW) ou de banho de estanho - isso os torna muito mais em conta. Assim, algumas marcas conseguem baixar o valor dos cabos, mas sempre comprometendo a qualidade final, seja do áudio ou da vida útil.


Os cabos da Wirepath são os mais competitivos no mercado brasileiro quando comparados com cabos similares. Não há nenhum cabo de par trançado com dupla proteção (capa externa) que apresente o mesmo nível de custo no mercado brasileiro, ainda mais com todas as certificações que tem.


Lembre-se, não adianta comprar um carro super esportivo e colocar gasolina adulterada, por isso, sempre questione seu fornecedor sobre a procedência do cabo, sobre quais materiais ele é construído. Se ele ainda sim garantir que é Cobre OFC, questione sobre as certificações. Ah, e falando nisso, os cabos WirePath contam com uma série de outras, que é: CL2 Rated, UL Listed, RoHS Compliant, Ft4 Rated.


Condutividade, Resistividade de Metais



50 visualizações0 comentário